Sunday, March 15, 2009

Catch

Dois poemas que escrevi no Workshop de Escrita Criativa dado por Graça Capinha, que decorreu no Centro de Estudos Sociais da Fluc, na sexta de manhã.
Ficava muito contente se gostassem, mas duvido xD




A paisagem está a nascer,
mesurada pelo brilho dos punhais
de cada um.
A magnólia,
da sua chama das margens da páginas –
o resto fica, em cinzas.
[Exercício de Catch com leitura simultânea de
A Paisagem está a nascer, de Fiama Hasse Pais Brandão
Retrato de Uma Sombra, Paul Celan
A Magnólia, Luísa Neto Jorge]


Meus
passos.
Em cinzas,
o continente.
E cada um
fica.
[Exercício com base no poema da minha mãe,
resultado do mesmo exercício Catch.]

6 comments:

Crook said...

A quase aleatoridade dos versos, faz o leitor tentar procurar significações para o poema, o que é basicamente o objectivo da poesia. Gostei ;]

Já agora, lês Henry David Thoreau? Estou para comprar o Walden. :P

Francisco Norega said...

Obrigado ^^

E bem, nunca li nenhum livro dele. Mas de vez em quando leio coisas dele na net. E tenho o Leaves of Grass, do Whitman, na cabeceira :P

Leto of the Crows said...

Eu gostei destes tão interessantes versos ^^

Francisco Norega said...

Obrigado ^^

Winter Orchid said...

Excelentes versos. :O

Francisco Norega said...

Obrigado :)